ANDERSON, MUHAMMAD E JAKE

anderson

Anderson Silva perdeu de forma ridícula para Cris Weidman na noite de ontem, 06 de julho. Em mais de uma oportunidade Anderson se mostrou arrogante no ringue. Arrogância que caracterizou o maior nome do boxe, Muhammad Ali (ex-Cassius Clay), do qual o Spider é fã declarado e que na luta de ontem até arriscou uns passos que o lembravam, bem como quebrar o psicológico do adversário o menosprezando e falando com ele.

Acontece que MMA não é boxe e que o Silva não é Ali. O Ali foi o Ali não apenas pela forma inovadora que lutava, além de sua qualidade. Ele foi ele por sua militância política, seu enfrentamento ao governo americano, suas ideias e ideais. Todos sabemos da qualidade do Anderson, mas um nome se faz no contexto não apenas dentro do campo de batalha, aí incluído o que deveria ter falado depois da luta e não disse: desculpas. Ficou batendo na tecla que mudou a vida dele e da família, que todos têm que respeitar o desconhecido Weidman (que perderá o cinturão com certeza, pois não passa de um lutador médio, muito abaixo do Anderson), entre outras coisas igualmente vazias e estranhas.

Será que foi armado isso? Antes da luta o clima estava todo pronto para a derrota do Spider. Vários lutadores dizendo que se alguém poderia derrota-lo seria o tal de Weidman. Vi algumas lutas anteriores dele e o cara é fraco. Fraco pra bater o Anderson, que já tinha feito idiotices parecidas com a de ontem, mas levou minimamente a sério e ganhou. Ontem nenhum soco ele deu, nada de agressividade. O próprio Dana White, dono do UFC, antes fã escancarado, saiu falando que ele perderia. Estranho tudo isso né?

A evolução do MMA passa necessariamente pelo boxe. Neste esporte as coisas sempre foram meio obscuras, com mafiosos envolvidos nos resultados e etc. Por que este lado mais sujo não evoluiu junto? Com certeza evoluiu, ainda mais se tratando de uma modalidade que é de uma empresa, ou seja, não há uma Organização ou Federação, não há controle externo. Seria mais rentável para o UFC que Anderson continuasse campeão ou perdesse? Provavelmente haverá uma revanche. Provavelmente o derrotado Spider será colocado dentro da gaiola com St. Pierre e Jon Jones, mas agora derrotado e humilhado. O interesse não será maior?

Jake La Motta foi um grande boxeador. Perdeu muitas na sua carreira, mas nunca foi nocauteado, é o que se chama de queixo duro. Ganhou de Sugar Ray Robinson (um dos únicos a conseguir isso). O touro indomável, como era conhecido, apesar de seu talento nítido dentro do ringue não se entregava aos desmandos da máfia que controlava o esporte e, por este motivo, não tinha chances de disputar o título. Para agradar os sujos perdeu uma luta de forma ridícula e foi suspenso. Ganhou a confiança deles e o cinturão, entre outras regalias. Violento e ignorante fora dos ringues, acabou sem nada depois de pendurar as luvas. Sem mulher (que apanhava dele), sem amigos, sem dinheiro. Teve uma carreira brilhante, mas é lembrado mais pela luta entregada e por este lado pessoal do que pelas glórias.

Qual velho será o Anderson depois da noite ridícula de ontem?

Qual velho será o Anderson depois da noite ridícula de ontem?

Anderson, o multicampeão, com a sua atitude ridícula é mais comparável ao vendido ignorante do La Motta do que com o gênio militante Ali. Jake não tinha a 9nine para cuidar da sua carreira como Anderson, então pobre ele não ficará. Espero que a fama de arregão pegue.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s