DICAS PARA OS JOGOS DO CORINTHIANS

escudo corinthians

Nenhum torcedor é mais importante que o outro. Todos são necessários para incentivar o time e não existe essa de rebaixar o cara porque foi poucas vezes ao estádio ou começou a ir agora. Lembre-se que todos os torcedores foram estagiários nas arquibancadas em algum momento e não se trata de uma competição para provar quem é mais corintiano. Porém, existem muitas regras não escritas que devem ser seguidas. A maioria é dirigida a arquibancada e tobogã, mas algumas podem servir para outros setores. Vamos a elas.

PRÉ-JOGO

– Não vista nada verde, nada mesmo.

– Não há mais barracas de comida de rua no entorno graças ao nosso finado prefeito Gilberto Kassab ou o Serra, não lembro bem. Portanto, coma antes de ir. Podemos contar com a lisura de nossos bravos vendedores e a vista grossa dos fiscais da lei, pois alguns ainda sobrevivem. Cerveja rola à vontade.

– No estádio, os policiais são seus inimigos mortais, não importando quem é você ou qual visão tenha da polícia fora deste ambiente. Eles são nossos inimigos porque é assim que eles mesmos nos veem e tratam. Por isso, restrinja seu contato apenas à revista na porta, que é obrigatória. Não pergunte nada a eles, existem pessoas de colete trabalhando no jogo que saberão te informar o que quiser.

– Se tiver algum acessório de torcida organizada e não pertencer a ela não vá ao estádio com ele. Não seja prego, as organizadas entram por um portão específico no qual é preciso cadastro. Então, se você for com o seu boné, camisa, ou o que for, vai ser barrado na porta.

– Se comprou ingresso do tobogã chegue e entre cedo. Se chegar em cima da hora tem que estar disposto a pegar uma fila gigante ou a fura-la, correndo o risco de tomar borrachada da polícia. Este setor do Pacaembu é a clássica demonstração de desorganização policial e descaso e incompetência da diretoria com os torcedores. No lado ímpar (à direita de quem desce a rua do cemitério) a fila é sempre absurda, em que se corre o risco de perder o primeiro tempo inteiro por causa dela. Ela se forma porque passam poucas pessoas pelo único acesso que é dado e o fluxo não é constante, pois a polícia o interrompe cada vez que acha que já passou muita gente para a revista. No lado par a fila é bem menor e mais tranquilo de entrar, mas nunca se sabe quando este portão estará aberto porque é do lado da entrada da torcida visitante. Dizem que apenas em jogos grandes ele fica fechado, mas já fui a jogos pequenos em que ele estava fechado também.

mapa pacaembu

NO JOGO

– Comer e beber é caro e nem sempre bom lá dentro. Os banheiros são deploráveis.

– Só grite gol quando a bola entrar. Bola na trave não é gol, você achar que vai ser gol não quer dizer que ele vá acontecer. Se não seguir esta regra, muito provavelmente, você será cobrado por alguém da torcida e não será de forma elegante.

– Não vaie o time nem o jogador que sai ou que entra.

– Não grite o nome de nenhum jogador que está no campo ou que você quer que entre, salvo na escalação que é gritada no começo do jogo ou o nome do goleiro quando houver alguma decisão por pênaltis.

– Não grite o ridículo “ei juiz vai tomar no cú” porque, além de ridículo, você está lá para torcer pelo Corinthians e é apenas o nome dele que deve ser gritado (esta é a explicação para os dois itens anteriores também).

– Se você estiver na arquibancada ou no tobogã vai ficar de pé e, de preferência, gritando o máximo de tempo possível. Se não quiser ficar gritando – e você tem essa opção – não fique junto das organizadas. De pé você ficará de todo o jeito.

– Se quiser gritar aprenda as músicas.

– Vão ter muitas mulheres no jogo, então aprenda que você não está na balada nem no baile para tentar secar/xavecar alguma delas, ela pode estar acompanhada. Se você tiver uma atitude de homem como homem será tratado, assim como se der de otário será tratado assim também. Você está lá para torcer pelo Coringão.

hino corinthians

PÓS-JOGO

– Tente sair e passar longe da polícia, que normalmente fica nas beiradas das ruas. Quando perdemos o clima pode ficar bem tenso e sabemos que eles não prezam por amenizar ânimos. Quando ganhamos nossa alegria pode ser considerada afronta. No portão principal, na Praça Charles Miller, é comum também que os policiais da Guarda Civil Metropolitana estejam batendo nos vendedores ambulantes ou destruindo seus isopores. Típico.

– Prepare-se para enfrentar bastante trânsito se estiver de carro.

– Se estiver de ônibus o trânsito será bem parecido e acrescido de lotação de horário do rush. Se for um jogo em horário global (22:00 hrs.) leve em conta que na saída será praticamente de madrugada e os ônibus já não circulam tanto.

– Se estiver de metrô prepare-se para a lotação também e para correr para pegá-lo aberto se for jogo no horário global. Em algumas ocasiões, como se já não bastasse todos os empecilhos colocados pela polícia de verdade, os aspirantes a homens da lei do metrô (mais conhecidos como seguranças ou urubus) resolvem fazer uma revista em quem está entrando sem nenhum motivo aparente – como se tivessem esse direito -, gerando enormes filas.

corintiano preso

Ao fazer esse texto não tive a pretensão de impor regras na torcida do meu time e nem diminuir ninguém. Tudo que coloquei aqui foram coisas que vi e vivi nos estádios. Ao reler o texto percebi as mesmas reclamações que se repetem não só nos jogos do Corinthians. Tirando a torcida e o time dentro de campo, tudo ao redor de um jogo de futebol está errado.

FEDERAÇÃO DE FUTEBOL DO ESTADO OU CBF – Ambas são responsáveis pela organização das partidas dos campeonatos que realizam. Trabalho nulo e representatividade dos clubes zero.

DIRETORIA – Faz um trabalho porco em relação à organização e estruturação. Deixa formar filas intermináveis, as instalações do estádio são péssimas e ainda prefere que sejamos tratados como lixo pela PM do que colocar seguranças privados.

POLICIAIS OU ASPIRANTES A TAL – A PM não deveria tratar com cidadãos em momento algum pelo despreparo claro em relação a este assunto. Em um estádio isso piora, pois, assim como a grande mídia vende, os policiais veem o torcedor como um vagabundo que deve ser tratado na porrada. A GCM e os aspirantes do metrô a mesma coisa. Nunca quem carrega uma arma deve sequer conversar com cidadãos pelo preparo dele não ser para este fim. Eles são treinados para destruir não para organizar.

MÍDIA – Faz seu papel também, criminalizando os torcedores e impondo horários televisivos esdrúxulos para se encaixar na própria grade, pouco se lixando com aqueles que ela não cansa de filmar e lucrar por isso: os torcedores.

Querem aproximar nosso futebol do europeu pela porta dos fundos, impondo Arenas sem nenhuma emoção, achando que elitizando o estádio os pobres violentos ficarão de fora e os ricos comportados carregarão nas costas os números que aumentarão. Se o que eles querem são estatísticas e cifras nos deem mais liberdade e qualidade dentro do estádio que o povo tomará conta novamente – como ainda insistimos em fazer – e os lucros dos porcos se manterão.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s