Arquivo do mês: novembro 2014

O HOMEM DOMESTICADO

SINALIZADOR

“CBF e Rede Globo, o câncer do futebol”. Com esta frase escrita em uma faixa, cerca de 10 torcedores acenderam sinalizadores neste domingo no jogo Corinthians x Grêmio para protestar contra o preço abusivo dos ingressos e as condições do futebol brasileiro.

Porém, a forma escolhida para fazer este protesto não foi bem aceita por vários torcedores que estavam no local. No mesmo momento em que os sinalizadores foram acesos copos d’água e xingamentos voaram na direção deles. Houve uma pequena confusão e dois deles foram presos, entregues à polícia pela própria torcida.

Há bem pouco tempo atrás, quando as arenas estavam sendo inauguradas, se ouvia muito sobre um tal “novo modelo” de torcer e de torcida. Atualmente não ouvimos mais falar sobre isso, sabe o motivo? Porque já virou realidade. A projeção de marketing ganhou corpo e agora senta nas cadeiras das arenas.

A célebre frase de Malcom X de amar os opressores e odiar os oprimidos com a ajuda da imprensa aterrissou de vez no Parque São Jorge. Nesta empreitada temos a voraz ajuda daqueles que supostamente deveriam organizar o futebol, resumo mais que perfeito nos dizeres da faixa de protesto, ou seja, o motivo de acender sinalizadores nunca foi tão justo.

Aliás, já foi mais justo sim. Quando seu time entra em campo, faz gol, ganha um título. Fumaça, cor, bandeiras, baterias, loucura, choro. Tudo que sempre marcou a maioria das torcidas vem se resumindo a virar um mero consumidor de um produto. Precisa ver a alegria juvenil de meia dúzia quando vê o seu nome impresso numa cadeira de plástico, chega a ser chocante de tão ridículo.

Estes respeitadores da ordem e dos bons costumes proferiram xingamentos ensurdecedores aos que protestavam. Enquanto isso, no decorrer do jogo, silêncios constrangedores destes faladores. Silêncio às vezes quebrado pelo ridículo grito de “bicha” ao goleiro gremista, ou ao “chupa Felipão” no fim do jogo. Xingar de bicha pode, mas acender sinalizador não pode. Entendeu?

Ser cagueta agora é legal sabia? Respeitar leis burras e desnecessárias é a última moda na Arena Corinthians. Sobre esse tipo de gente, os papagaios da mídia, meu avô dizia: quem muito abaixa a cabeça acaba mostrando a bunda.

Em cima deles os burocratas e capitalistas do futebol se criam e quanto a isso é necessário dar os parabéns, vocês conseguiram.

Conseguiram que o STJD seja mais importante para o campeonato dos que os pontos que o seu time ganha.

Conseguiram fazer com que as súmulas dos árbitros sejam mais temidas do que os atacantes adversários.

Conseguiram fazer o lazer de muitos virar o consumo de poucos.

Conseguiram fazer torcedor brigar com torcedor porque quer torcer.

Toda a lei joga algumas pessoas na clandestinidade e esta mesma clandestinidade sempre gera resistência. É ridículo, mas aqui no Brasil acender sinalizador é desobediência civil. Vamos perder um mando de campo por causa disso? Que surjam outros sinalizadores no campo que formos jogar. Em Manaus, Ribeirão Preto, Belém, Mato Grosso, Minas, qualquer um.

Que surjam mais focos de desobediência a leis cretinas, que esgotem as cidades onde vamos jogar. Talvez tenhamos que mandar jogos até na Argentina, mas aí tudo bem, porque lá eles mantêm a tradição das arquibancadas e as nossas organizadas poderiam mostrar todo o seu potencial de novo.

Enquanto os argentinos barbarizam nos seus estádios, no Brasil, na tela da Globo, seu time é representado por um cavalinho de pelúcia e você ainda dá um sorrisinho quando o vê. Parabéns, você foi domesticado.

13 Comentários

Arquivado em Uncategorized