Uma semana no ex futebol brasileiro

maracana

Dia 19 de outubro de 2016 fui a Belo Horizonte ver as quartas de final da Copa do Brasil entre Cruzeiro e Corinthians. Já me acostumei, infelizmente, com o fato de ter que ir a essas Arenas higienizadas (esta especificamente chamam de Mineirão), tento me convencer racionalmente que gasto dinheiro à toa indo ver jogo. Não me divirto mais há algum tempo, mesmo com o meu time ganhando, mas o futebol não é racional e lá fui eu de novo.

Perdemos o jogo, encontrei amigos, fiquei em torno de 14 horas bêbado, a PM asquerosa de Minas fez de tudo para dificultar a vida da torcida visitante e forçar encontros de torcedores, me xingaram e ameaçaram me prender*. A torcida do Cruzeiro tentou invadir com uns 40 caras o albergue que eu estava e nós em 3. Firmeza, não me mataram como vocês podem ler. O que lavou a alma no fim das contas foi encontrar a diretoria do Corinthians no aeroporto e poder intimar o bunda mole do Roberto de Andrade a mostrar o dedo do meio para a torcida longe de um camarote.

Domingo, Corinthians x Flamengo numa Arena (esta chamam de Maracanã) pelo Brasileiro. Antes de começar o jogo os flamenguistas tentaram invadir a área dos corintianos que, claro, foram segurar a bronca. A PM carioca, rainha do arrego, começou a jogar spray de pimenta nos corintianos sob aplausos dos flamenguistas, teve porrada e um soldado lá tomou meia dúzia de tapa.

No fim do jogo deixaram as mulheres e as crianças saírem, esculachando as mulheres, claro. Retiveram os homens por mais de 3 horas, mandaram tirar a camisa e continuar sentados para serem identificados, lembrando muito o que fazem em presídios. Pegaram os que acharam que tinham que pegar, espancaram todo mundo e agora temos 31 torcedores presos por diversas acusações.

corintianos_agredidos

Corintianos foram espancados e torturados pela PM do Rio após a partida

Digno de nota: na quarta-feira seguinte, dia 26 de outubro, rolaram em Londres as oitavas-de-final da Copa da Liga Inglesa entre West Ham e Chelsea na Arena deles lá, sendo que os Hammers meteram 2×1 e passaram. No fim do jogo teve confronto entre as torcidas dentro do estádio, ninguém foi preso e os times anunciaram que iriam analisar as imagens e banir os envolvidos. Sem entrar no mérito da questão, mas até no punitivismo barato e higienismo os ingleses são mais elegantes. Talvez seja a experiência pela escrotidão pioneira.

Em São Paulo, a PM paulista, campeã em assassinatos, sitiou o entorno da Arena que era Palestra Itália para que as pessoas sem ingresso não ficassem na rua. Só passava quem tinha ingresso. Claro que aconteceram inúmeros abusos, afinal a PM tava lá, só que nenhum veio muito a público.

entorno

Rua Palestra Itália fechada pela PM

Na mesma quarta-feira teve o primeiro jogo das semifinais da Copa do Brasil entre Cruzeiro e Grêmio na tal Arena lá, o Mineirão. Depois do jogo, o torcedor cruzeirense Eros Dátilo Belizardo foi levado ao hospital, aonde foi constatada sua morte. A versão oficial é que ele passou mal, mas amigos e parentes dizem que ele foi espancado por seguranças da tal Arena.

A Secretaria Municipal de Saúde de BH emitiu uma nota afirmando que o torcedor chegou morto ao hospital. Você viu esta notícia em algum lugar com a mesma pirotecnia dos presos corintianos? Viu o Flávio Prado clamando pela caçada aos seguranças, os chamando de gangue assassina? Talvez não.

Assim se encerrou mais uma semana de caminhada rumo ao fim. Querem nos obrigar a acreditar que este rastro de barbárie e injustiças cometidas contra os torcedores vai nos levar à civilização do futebol. Obrigado pela atenção.

*O mesmo aconteceu com o Raphael Sanz, deste blog, em 2015, quando foi ver Palmeiras e Cruzeiro, no mesmo estádio, pela mesma Copa. A PM mineira armou um esquema que obrigava a torcida visitante a passar por mais 500m no meio da torcida local após a partida. Houve um ataque de cruzeirenses aos palmeirenses, inclusive ao albergue onde pararam as vans e deixaram as mochilas, mas no final tudo acabou bem para os paulistas.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s