Arquivo do mês: abril 2015

A TORCIDA MENOS TEMIDA DO BRASIL

ls

No jogo Corinthians x San Lorenzo, ontem, tive uma experiência das mais refinadas da minha vida: fiquei no nada temido setor oeste do Fielzão, local com a menor concentração de havaianas do futebol brasileiro. Lá não se pode fumar, não se pode gritar, não se pode ficar de pé e os gritos não são proibidos, mas parecem ser tamanha sua raridade. Reza a lenda que tirar a camisa também é proibido, o que não é de se espantar.

Porém, a maloqueiragem vândala das torcidas espreita por detrás das colunas de mármore. Assisti um rapaz, assistindo o jogo de pé, ser xingado gratuitamente porque estava de pé. Convenhamos que é um absurdo ficar de pé no “estádio” com cadeiras de tão fino estofado aguardando para receber a pele fina de nossas nádegas sobre elas, não é mesmo? É muita coisa fina para ser ignorada. Aquele desobediente foi obrigado a sentar sob as ordens do bedel de arena, que foi aplaudido (!). Juro.

Só que o mais interessante estava por vir. Tem um letreiro eletrônico de frente para esse setor e sempre que a Gaviões começa a cantar, a letra aparece lá para o pessoal que não sabe a letra cantar junto. Que revolução minha gente! Foi isso o mais interessante.

Talvez não. Talvez o mais interessante tenha sido ver o cara de polo amarela, vestido com uma capa de chuva, em um setor que é coberto e nem estava chovendo. Ou este mesmo cara xavecando três adolescentes usando a velha tática do imbecil invertido, aquela que você trata a pessoa como imbecil, mas na real o imbecil é você. Ele usou essa tática perguntando se elas sabiam o que era impedimento. Boa hein?!

De polo amarela, com capa de chuva, no setor coberto e sem chuva. Muita maloqueiragem.

De polo amarela, com capa de chuva, no setor coberto e sem chuva. Muita maloqueiragem.

Não, não, não, lembrei. A melhor foi saber por estas três adolescentes que o Luan Santana estava no jogo, elas inclusive tiraram uma foto com ele, eu vi! Será que foi essa ou elas apontando quando o MC Gui (quem?) apareceu no telão? Sei lá, muitas emoções.

Teve também a discussão pelo lugar marcado, o pipoqueiro que anda com uma caixa escrito popcorn, o caminho para chegar na confortável cadeira – que é todo revestido de mármore e com escadas rolantes, o que só se encontra nos melhores shoppings centers de São Paulo – os selfies, com pau ou sem, a porta automática, a simpatia dos PMs e mais uma infinidade de coisas.

Nossa, como pude me esquecer? Tava rolando um jogo de futebol lá, isso que foi o mais interessante. É que com coisas tão legais ao redor quase que me esqueço. Ainda bem que no fim a voz do telão me avisou o resultado do jogo, né meu?!

PS: É tudo tão legal no setor oeste que ele deveria ser demolido! :)

Shopping JK Iguatemi? Não, apenas mais uma arena.

Shopping JK Iguatemi? Não, apenas mais uma arena.

Anúncios

22 Comentários

Arquivado em Uncategorized